"Recentemente, O Instituto Português de Corporate Governance (IPCG) aprovou o Código de Governo das Sociedades, que se consubstancia numa alternativa ao Código da Comissão de Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). Sendo, em primeira instância, um código de boas práticas de governo societário, este diploma traduz, efetivamente, o apelo formulado por empresas nacionais em matéria de corporate governance. Em entrevista ao 'Qualidade & Inovação', a Dra. Luísa Filipe Freitas, analisa o impacto deste novo código, bem como as principais alterações introduzidas pelo mesmo."

 

Clique aqui para ler o artigo completo, publicado no 'Qualidade & Inovação', suplemento n.º 12 do Jornal «Público» de 27 de Março de 2013.