"A Dra. Regina Quintanilha foi a primeira mulher licenciada em Direito e Advogada em Portugal, bem como a primeira procuradora judicial, primeira notária e primeira conservadora do registo predial. Como Advogada fez a sua estreia no Tribunal da Boa Hora, a 14 de Novembro de 1913, depois do Supremo Tribunal de Justiça lhe ter dado autorização para advogar. Não obstante, só em 1918 o Decreto n.º 4676, de 19 de Julho, viria a consagrar a abertura plena da Advocacia às mulheres."

 

Texto integral.